agosto 14, 2010

Eu vou pra Cachoeira, eu vou!


Gente, ontem não tive tempo de postar e amanha vou viajar para a cidade de Cachoeira para a festa da Irmandade da Boa Morte. Ou seja, uma festa cultural e gastronomica. Já fiz minha listinha de compras: licor de cupuaçu e cajá, requeijão e outras coisinhas do interior. A comida tipica da cidade é a famosa maniçoba, prato feito com a folha da mandioca.  Para queimar as calorias, vou ter que dançar muito samba de roda, dança que surgiu nesta região do Reconcavo.
Uma semana passou e eu não consegui me organizar e dar continuidade a academia e dieta. No more bad feelings!Relaxei! E segunda começo tudo de novo, do inicio!

Bom final de semanas para todos! Deixo um poema do Damario Dacruz,  escritor cachoeirense que criou o espaço Pouso da Palavra.


Todo risco
A possibilidade de arriscar
É que nos faz homens
Vôo perfeito
no espaço que criamos
Ninguém decide
sobre os passos que evitamos
Certeza
de que não somos pássaros
e que voamos
Tristeza
de que não vamos
por medo dos caminhos


Um comentário:

  1. Oi, Luciana.
    Sua informação sobre a variação da balança me deixou um pouco menos frustrada. Obrigada.
    Espero que tenha feito uma ótima viagem.
    Bjoks

    ResponderExcluir